Parque inicia festival com 30 mil rosas em Gifu; evento vai até junho

Rosas devem atingir pico de floração no final de maio e começo de junho

parque gifu
O parque Hana Festa Kinen, em Kani (Gifu), deu início neste sábado (14) ao Haru no Bara Matsuri, um festival cuja atração principal é uma exposição de mais de 7 mil variedades de rosas, totalizando 30 mil flores. O evento prossegue até 19 de junho.

Segundo a agência de notícias Jiji Press, o Hana Festa Kinen é o maior parque do Japão em quantidade de rosas e o segundo do mundo, perdendo apenas para o Sanger Hausen, na Alemanha.

As rosas devem atingir o pico de floração no final de maio e começo de junho.

Nos dias 28 e 29 de maio e 4 e 5 de junho, o parque promoverá um evento com iluminação especial à noite, até as 21h. Além de rosas, os visitantes podem apreciar outras espécies de flores em uma área de 80 hectares.

Parque Hana Festa Kinen (花フェスタ記念公園)
Período: de 14 de maio a 19 de junho, das 9h às 17h (segunda a sexta) e das 8h às 18h (sábado e domingo)
Endereço: 〒509-0213 Gifu-ken Kani-shi Seta 1584-1
Entrada: ¥1.000 (adultos) e gratuita para estudantes
Informações: 0574-63-7373
Fonte: Alternativa

Museu do Snoopy no Japão quer atrair antigos e novos fãs

Atração temporária vai funcionar em Tóquio até setembro do ano que vem.
É o primeiro derivado do Museu Charles M. Schulz, que fica nos EUA.

Museu do Snoopy no JapãoUm Museu do Snoopy, dedicado aos desenhos de Charles M. Schulz, o criador da tira cômica de jornal Peanuts (conhecido como ‘Minduim’ no Brasil), está abrindo suas portas no Japão.

Sediado em Tóquio, o museu temporário é o primeiro derivado do Museu Charles M. Schulz, que fica no Estado norte-americano da Califórnia, fora dos Estados Unidos e estreia com uma exibição intitulada "My Favorite Peanuts".

A mostra terá itens como desenhos originais e obras em grande escala de Schulz, cujos personagens Charlie Brown, Lucy, Lino e Snoopy conquistaram legiões de fãs em todo o mundo, inclusive no Japão.

"O Japão, como cultura, valoriza os quadrinhos, e isso provavelmente ajudou um pouco", disse Paige Braddock, diretora de criação da empresa Charles M. Schulz Creative Associates.

"Sendo eu mesma uma cartunista e fã, adoro vir ao Japão e ver a vasta gama de outros personagens de quadrinhos aqui, mas também acho que existe uma espécie de componente caligráfico na obra de Schulz, em seu traço, que pode ter atraído os fãs japoneses desde o começo."

A tira de Schulz estreou nos jornais em 1950 e durou até 13 de fevereiro de 2000, um dia depois de o artista morrer aos 77 anos de idade, tendo sido publicada por mais de 2.600 diários de todo o planeta.

Embora Snoopy seja popular no Japão, o cachorro beagle compete com outros personagens de quadrinhos, como Hello Kitty, e com heróis de mangá.

"Acho que um pouco do nosso desafio é apresentar Snoopy a fãs de quadrinhos que talvez não o conheçam", opinou Paige.

"Mas assim que eles descobrirem Snoopy, há verdades universais nas tiras que acho que têm apelo para todas as gerações… porque a tira não trata só de humor, trata de relacionamentos, de fracassos, de alegria, realmente percorre toda a gama de emoções humanas e do hábito de contar estórias."

O Museu do Snoopy de Tóquio abre para o público no próximo sábado e irá fechar as portas em setembro de 2018.
Fonte: G1 com Reuters

Entrada de brasileiros no Japão aumenta no início do ano em período de baixa contratação

Mais de 7 mil brasileiros entraram no país em janeiro, segundo o governo

Entrada de brasileiros no JapaoO governo japonês registrou a entrada de grande número de brasileiros nos primeiros dois meses de 2016. No entanto, naquele mesmo período, os principais setores que empregam brasileiros apresentaram índices negativos de contratação de mão de obra.

Pesquisa feita pelo Ministério da Justiça revelou que entraram no Japão, em janeiro, 7.148 brasileiros, número alto se comparado ao mesmo mês dos últimos seis anos. Deste total, 4.570 possuíam autorização de reentrada. Os 2.578 restantes estavam chegando pela primeira vez ao Japão ou eram retornados depois de passar algum tempo fora do país.

Já em fevereiro, a pesquisa preliminar da Imigração registrou 4,3 mil entradas, número também alto se comparado a outros anos. Desse total, o número de brasileiros que estavam há mais de um ano fora do país ou que chegavam pela primeira vez também era grande.

Ainda segundo a autoridade imigratória japonesa, entre os brasileiros que chegaram ao Japão em janeiro, 1.768 possuíam visto de curta duração, 1.576 de longa duração e 2.808 visto permanente. Somente essas três categorias de tipo de vistos representam 86% do total de brasileiros que desembarcaram no país até o final de janeiro.

Em relação às saídas de brasileiros do país em janeiro, o total foi de 4.527, a maioria com visto de curta duração. Os dados das saídas de brasileiros em fevereiro ainda não haviam sido computados.

Para aqueles que chegaram ao Japão sem emprego nos dois primeiros meses do ano, o mercado de trabalho esteve aquecido em 9 dos 15 setores da economia, com destaque para o hospitalar, o hoteleiro e o financeiro. Segundo o Ministério da Saúde, Trabalho e Bem-Estar Social do Japão, esses setores apresentaram crescimento no número de contratações.

Em contrapartida, os setores manufatureiro e de construção civil, justamente os que mais empregam brasileiros, registraram queda no número de contratações. Em todo o país, somente o setor manufatureiro dispensou 280 mil operários entre os meses de janeiro e fevereiro, total próximo às vagas preenchidas nos meses de dezembro e janeiro, o que poderia caracterizar a contratação apenas por curto espaço de tempo.
Fonte: Alternativa

Feira de Educação do Japão na USP e na UNB serão realizados nos dias 11 e 14 de março

Feira de Educação do Japão na USP e na UNBSe você tem interesse em estudar no Japão, participe da Feira de Educação do Japão que será realizado no próximo dia 11 de março na USP, em São Paulo e na Universidade de Brasília (UNB), em Brasília.

Serão divulgadas informações sobre os cursos disponíveis nas universidades do país, as bolsas de estudos e relatos de experiências de quem já participou destes programas de intercâmbio.

Em são Paulo, o evento será às 14hs, na cidade universitária, na Biblioteca Guita e José Mindlin.

Em Brasília, o evento será às 10hs na Faculdade de Tecnologia.

Representantes das universidades japonesas estarão presentes, como a Universidade de Tóquio, Hokkaido e Yokohama.
Fonte: IPC Digital com Consulado do Japão no Brasil

study japan fair

Observação das cerejeiras: Associação Meteorológica do Japão anuncia previsão das datas nesta primavera

sakura-blossom-in-japanA Associação Meteorológica do Japão anunciou ontem (03) a previsão do florescimento das cerejeiras (桜 sakura) na primavera.

A previsão é que o florescimento ocorra mais cedo do que a média dos anos anteriores na região de Tohoku; nas regiões de Hokkaido, Kanto, Hokuriku, Tokai e Kinki o florescimento ocorrerá na mesma época dos anos anteriores e em Kyushu e Shikoku o florescimento será mais tardio.

Segundo a Associação, a previsão é que as cerejeiras desabrochem por volta do dia 25/03 nas cidades de Fukuoka e Kumamoto, dia 26/03 em Tóquio e Nagoya, dia 29/03 em Osaka, dia 07/04 em Niigata, dia 09/04 em Sendai e dia 02/05 em Sapporo.
Fonte: IPC Digital com Yomiuri Shimbun

A quatro anos e meio para Olimpíada, hospitais de Tóquio já se preparam para receber turistas estrangeiros

hospitais de toquioA cerca de quatro anos e meio para a realização dos Jogos Olímpicos de Tóquio, em 2020, hospitais da capital japonesa já estão se preparando para receber turistas e atletas estrangeiros.

Desde o mês passado, as instituições médicas designadas pelo governo metropolitano como “hospitais olímpicos” estão testando um sistema de consulta médica utilizando tablets para tradução de sintomas. Os hospitais também estão iniciando a tradução de placas e sinais sonoros para outros idiomas.

“Queremos estar bem preparados para os Jogos Olímpicos”, disse um porta-voz do governo de Tóquio ao jornal Yomiuri.

Um tablet com um questionário médico em inglês, desenvolvido pelo governo local, está sendo testado no Hospital Metropolitano de Hiroo, em Shibuya. Na tala do aparelho aparecem perguntas e opções de resposta para auxiliar o atendimento médico de estrangeiros. Após cerca de 10 interações, o tablet envia o resultado do questionário traduzido para uma impressora.

Dois oito hospitais administrados pelo governo metropolitano de Tóquio, o Hirro é o que mais atende pacientes estrangeiros. Uma pesquisa realizada no início do ano passado constatou que 3% dos pacientes atendidos no hospital não eram japoneses. A direção estima que cerca de 1.400 estrangeiros são atendidos anualmente.

“Um sistema de tratamento médico completamente preparado é uma outra forma de hospitalidade”, disse um representante do Escritório de Gestão Hospitalar do Governo Metropolitano de Tóquio.
Fonte: IPC Digital

Ponte Tsunoshima em Yamaguchi escolhida nº1 do Japão; veja ranking com as 10 pontes mais bonitas

ponte tsunoshimaO ‘TripAdvisor’, um dos maiores sites de análise de viagens do mundo, disse ter calculado o ‘ranking’ das pontes no Japão, com informações como número de revisões e avaliações escritos por usuários, entre outubro de 2014 e setembro de 2015.

A Ponte Tsunoshima, na província de Yamaguchi, ficou em primeiro lugar, oferecendo vistas espetaculares, dignas de cenário para comerciais de TV e outras produções. A ponte de 1.780 metros é uma estrada provincial que conecta o bairro de Kanda da área de Hohokucho de Shimonoseki com a ilha de Tsunoshima.

É uma das pontes mais longas no Japão, inaugurada em 2000. A ponte atravessa um mar de azul cobalto e faz um arco suave em torno da ilha Hatoshima. Particularmente popular para comerciais de carro. “Mesmo que o local não seja muito conhecido, quanto mais comentários positivos, melhor ele fica no ranking”, disse um representante do TripAdvisor.

“Há muitas pontes bonitas no Japão”, disse o representante da empresa, como a Akashi Kaikyo, na província de Hyogo (11º lugar); Ponte Seto, em Okayama e Kagawa (16º) e a Tokyo Gate Bridge (30º). “Esperamos que esses rankings ajudem a deixar as viagens mais divertidas”.

1. Tsunoshima Bridge (Yamaguchi)
Tsunoshima Bridge

2. Kori Bridge (Okinawa)
Kori Bridge

3. Irabu Bridge (Okinawa)
Irabu Bridge

4. Ikema Bridge (Okinawa)
Ikema Bridge

5. Okuiya Niju Kazura Bridge (Tokushima)
Okuiya Niju Kazura Bridge

6. Kurima Bridge (Okinawa)
Kurima Bridge

7. Kintaikyo Bridge (Yamaguchi)
Kintaikyo Bridge

8. Aka Bridge (Okinawa)
Aka Bridge

9. Tsujunkyo Bridge (Kumamoto)
Tsujunkyo Bridge

10. Taushubetsu River Bridge (Hokkaido)
Taushubetsu River Bridge

Fonte: IPC Digital com The Asahi Shimbun

Empreiteiras no Japão

Emprego - passagem aéea - tradução - visto para o Japão, telefone 11 3101-8193

Turismo para o Japao e Oriente

Passagens aéreas, pacotes turísticos, visto japonês, koseki tohon, japan rail pass, dicas e informações sobre viagens

Vaga no Japão

Vagas e notícias do Japão

Visto japonês: nissei, sansei, yonsei, cônjuges e turismo

Como tirar visto japonês - contato@vistojapones.com.br - www.vistojapones.com.br

Passagem para o Japão - Ligue 11 3101-8193

Passagens aéreas, pacotes de turismo, seguro viagem, reserva em hotel, visto japonês, venda Japan Rail Pass

WordPress.com

WordPress.com is the best place for your personal blog or business site.

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.